31 de julho de 2006

V Concurso de Design Francisco Mantecón


A empresa de vinhos espanhola, Terras Gauda, promove anualmente um concurso para o design de um cartaz publicitário. Este evento, que já vai na sua 5ª edição, tem o nome do designer e artista plástico Francisco Mantecón que foi o responsável pela imagem corporativa da empresa.
O tema do concurso é livre mas deverá, obviamente, estar relacionado com a marca da adega Terras Gauda e os seus famosos vinhos.
O 1º prémio tem o valor de 6.000€, existindo ainda mais 2 prémios no valor de 1.500€ cada.
A data limite para entrega dos trabalhos é o próximo dia 30 de Setembro de 2006.

Para mais informações podem consultar a página do V Concurso Internacional de Design Francisco Mantecón ou o site da Bodega Terras Gauda.

29 de julho de 2006

Design quotes

“The commonality between science and art is in trying to see profoundly - to develop strategies of seeing and showing.”
Edward Tufte, 2005

28 de julho de 2006

Include 2007: Involving the consumer



Foi anunciada a 4ª conferência internacional "Include 2007: Involving the Consumer", sobre design inclusivo. O tema deste ano é: “designing with people - strategies, stories and systems for user participation in design”.

A conferência decorrerá no Royal College of Art, em Londres, de 2 a 4 de Abril de 2007.
A submissão de trabalhos poderá ser efectuada, via electrónica, entre 4 de Setembro e 5 de Outubro de 2006.

A não perder!

Para obter mais informações consultem o site do Helen Hamlyn Research Centre.

27 de julho de 2006

Museu Nacional de Arte Antiga



Grandes Mestres da Pintura Europeia, de Fra Angélico a Bonnard.
Colecção Rau

De 18-05-2006 a 17-09-2006
4ª-Dom: 10h00-18h00; 3ª: 14h00-18h00 Entrada: EUR 5,00 (Normal) / EUR 2,50 (<25>65 anos) / Entrada Livre (<14 anos)


Esta exposição reúne 95 pinturas de mestres fundamentais na história da pintura europeia, desde o início do Renascimento italiano até à década de 1940-50, todas oriundas da coleção de Gustav Rau, que o coleccionador alemão doou à UNICEF.

Quase metade das peças (46) inscrevem-se num arco cronológico que vai do século XV ao XVIII, distribuem-se pelas "escolas" italiana, flamenga, holandesa, alemã, francesa, espanhola e britânica e são criações de mestres como Fra Angelico, Bernardino Luini, António Solario, Guido Renni, Canaletto, Tiepolo, Porbus, Van Goyen, Van Ruysdael, Gerard Dou, Siberechts, Cranach, Philippe de Champaigne, Largillière, Boucher, Latour, Greuze, Fragonard, Robert, Vigée-Le Brun, El Greco, Ribera, Reynolds e Gainsborough. As restantes pinturas (49) são especialmente demonstrativas de autores e movimentos artísticos dos séculos XIX e XX: impressionismo, simbolismo e nabis, fauvismo, expressionismo. Corot, Courbet, Cézanne, Manet, Degas, Monet, Renoir, Pissarro, Sisley, Liebermann, Signac, Lautrec, Redon, Bonnard, Vuillard, Vlaminck, Dufy, Derain, Macke e Morandi são alguns dos artistas neste sector da exposição.

Vale a pena esta viagem ao passado e, já agora, não deixem de visitar ou revisitar o agradável jardim do Museu, do qual se pode desfrutar uma bela vista do Tejo!

Se te perderes... liga para casa!



Hoje as memórias flash USB são coisa comum. A sua popularidade deve-se muito ao seu tamanho reduzido e facilidade de uso, porém, isso pode também tornar-se no seu principal problema pois podem perder-se com muita facilidade.
A LG está a tentar resolver este problema através da inclusão de um software de localização. A ideia é simples, quando a drive é introduzida na porta USB de um computador não autorizado ela liga para “casa” e envia informação sobre endereço IP do seu novo dono. Também pode ser activada uma ordem de auto-destruição que apagará todos os conteúdos.
Infelizmente este sistema não funcionará se o computador não estiver ligado à Net ou se a firewall impedir este contacto. Talvez fosse melhor optar por uma solução de encriptação de dados ou começar por comprar uma pega para evitar perdas.

26 de julho de 2006

Volvo Sports Design Awards



Durante o verão nada melhor que fazer um belo passeio de canoa por um dos nossos rios. Diversas empresas especializadas em actividades ao ar livre, o chamado “Turismo de Natureza”, promovem expedições deste tipo. Em alguns casos, dado o baixo nível de exigência, nem é preciso ter prática de canoagem para participar, nem ter equipamento próprio. De qualquer forma, para expedições de vários dias, é necessário transportar algum equipamento, roupa, alimentos e outros acessórios. O problema pode ser a água… A pensar nestas situações foi concebido o “River Travel System”, criado por Serge Käppeli, que foi premiado no concurso Volvo Sports Design Award, na categoria de “Concepts”. Este conceito destina-se a auxiliar as pessoas em viagens na água, funcionando como um contentor para guardar roupas e outros valores que convém manter secos.

25 de julho de 2006

Nova/velha imagem da IEA


Há algum tempo atrás referi, aqui neste blog , a abertura do concurso para o design da nova imagem da IEA (International Ergonomics Association). As propostas seleccionadas seriam alvo de votação pelos participantes no 14º Congresso da IEA, Maastricht. Hoje apresento-vos a propostas que foram seleccionadas e apresentadas para votação.

Surpreendentemente, como podem constatar, a proposta nº 3 não é uma nova proposta mas sim a imagem actual da IEA!!!... Mais surpreendentemente ainda... foi anunciarem que a antiga imagem é que ganhou a votação?!...

Talvez esta atitude conservadora tenha a ver com a fraca qualidade das propostas alternativas. De qualquer forma, foi a proposta nº 2 que ganhou o prémio, muito embora não vá ser escolhida.
Não sei o que aconteceu à criatividade dos designers participantes… Se calhar aconteceu-lhes o mesmo que a mim… falta de tempo para criar algo interessante.

24 de julho de 2006

Int. Design Competition Osaka 2006

A "Japan Design Foundation" está a organizar mais uma edição do concurso internacional de design de Osaka 2006, sob o lema "conveying visions and messages concerning the future of humankind".
(Na edição anterior foi premiado um Português: Jorge Graça Costa com o trabalho See-Trough Wall).

O tema principal é "Robot", existindo ainda três sub-temas: “Communicate”, “Transport”, “Support”.

O objectivo deste concurso é a criação de mais oportunidades de diálogo e comércio entre designers e fabricantes. Procuram-se novas ideias e projectos que possam originar o surgimento de novos mercados e produtos nos próximos anos.

O prémio de Ouro é de 10.000 USD, a Prata é de 5.000 USD e o Bronze é de 2.500 USD

A submissão de propostas inicia-se no próximo dia 20 de Setembro de 2006 e encerra a 22 de Outubro de 2006.
A avaliação decorrerá entre 14 e 15 de Novembro de 2006.
Os vencedores serão anunciados no princípio de Fevereiro de 2007.

Para mais informação contactem:
e-mail: compe2006@jdf-compe.com
homepage: http://www.jdf.or.jp/eng

22 de julho de 2006

Design quotes

“Design is the easiest way to reenergize a product.”
Fast Company, 2005

21 de julho de 2006

Regata dos Grandes Veleiros


Imagem da "Sagres"


Para quem ainda não teve oportunidade de sair do calor que se faz sentir cá na capital, porque não aproveitar para dar umas escapadelas a um dos jardins de Lisboa (porque ainda há alguns e bem agradáveis!), ou ainda um passeio pela beira rio, deste estuário lindíssimo, o maior da Europa, pode ser uma alternativa.
Passear pela margem, fruindo a brisa e nos próximos 3 dias, ter a oportunidade de admirar o design destes veleiros que nos visitam, oriundos de vários países e dos belíssimos exemplares que pertencem à nossa Armada.

Este evento ao ar livre vem assim descrito no site da Câmara Municipal de Lisboa:

“A Regata dos Grandes Veleiros é um importante evento náutico que envolve cerca de 80 navios de várias classes e nacionalidades.
A partir de 17 de Julho, os veleiros começam a entrar na barra do Tejo mas o programa oficial decorre entre 20 e 23 de Julho, terminando com um desfile naval (que passa frente à Torre de Belém às 12h).
Portugal está representado com três embarcações: o Sagres, o Creoula e a caravela Vera Cruz”.

Informações Úteis: Aprovela - 218 876 854 (organização)

20 de julho de 2006

Estou de volta


Já regressei da Holanda, ou melhor dizendo, dos Países Baixos. Como devem saber, Holanda é o nome de 2 províncias - Holanda Norte e Sul... e parece que alguns cidadãos, das outras províncias, não acham muita graça a essa designação.
Gostei do país, gostei das pessoas... foi interessante mas, não gostei da comida :p
Entre moínhos, canais, Rembrant, Van Gogh, arenque, montras com luz vermelha e socas... há muito por onde escolher.

19 de julho de 2006

Helga de Alvear



Conceitos para Uma Colecção


Produção: CCB em colaboração com o MEIAC / Galeria Helga de Alvear Madrid
De 30 de Junho a 22 de Outubro 2006de Terça a Domingo, das 10h às 19h Galeria 1

Helga de Alvear, uma das mais destacadas galeristas de arte contemporânea, continuou o legado da Galeria Juana Mordó (1964-1995) mantendo e desenvolvendo o interesse pelas linguagens de vanguarda, centradas nos últimos anos da fotografia, do vídeo e da instalação, e na obra de artistas conceptuais e minimalistas. Helga de Alvear conjuga o cargo de directora da Galeria de Arte com a sua paixão pelo coleccionismo, o que a incentivou a criar a sua própria colecção que conta com mais de duas mil obras de excepcional qualidade e que permite, pela sua amplitude e diversidade, diferentes olhares e escolhas.Com esta exposição que organizamos em colaboração com o Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo (MEIAC), de Badajoz, e que reúne cerca de 130 obras, pretendemos apresentar ao nosso público uma panorâmica da arte no momento presente.

Os artistas que integram esta exposição desfrutam de grande reputação na cena artística internacional e, entre outros, podemos contar com as presenças de Marina Abramovic, Eija-Liisa Ahtila, John Baldessari, Philip-Lorca diCorcia, Stan Douglas, Paul Graham, Rebecca Horn, Pierre Huygue, Alfredo Jaar, Imi Knoebel, Jürgen Klauke, Gabriel Orozco, Dan Flavin e Donald Judd. Todos estes artistas utilizam técnicas que caracterizam os processos de expressão artística contemporânea, como o vídeo, a instalação, a fotografia, os objectos e a pintura.Da colecção fazem ainda parte importantes obras de artistas portugueses, como Helena Almeida, Julião Sarmento, José Pedro Croft, Rui Chafes, Joana Vasconcelos e Augusto Alves da Silva.

12 de julho de 2006

Design em Bruxelas


Já devem ter estranhado o meu silêncio no bolg... a razão é simples, eu estou no congresso da IEA, na Holanda. Como não tenho tido acesso livre á Internet não tem dado para publicar nada, mas hoje arranjei aqui uma possibilidade e decidi publicar este pequeno artigo.
Para não dizerem que não vos mostro nada da minha estadia, aqui fica uma foto, que tirei em Bruxelas (por onde passei antes de chegar aqui a Maastricht), de uma montra de uma loja onde havia uma exposição de design.
Até breve

6 de julho de 2006

IPIFINI a garrafa programável


E se a meio de uma garrafa de água natural lhe apetecesse água com limão?
Teria de comprar outra garrafa. E se depois, antes de terminar, quisesse ficar com o paladar do café? Idem…
Pois, mas isso era antes da IPIFINI...

Agora, essa possibilidade é real graças à IPIFINI, de Massachusetts, com a sua garrafa programável (Programmable Liquid Container). Através de uns pequenos botões, colocados no contentor plástico, é possível adicionar aromas; sabores e cores (baunilha, morango, cola, tangerina, limão, etc.) aos conteúdos. Os consumidores podem, inclusivamente, variar conjugações durante o consumo. Por exemplo, uma garrafa de cola programável com 5 opções permite 32 soluções diferentes. Quanto à cor pode ser produzido um milhão de tonalidades diferentes graças aos 20 pigmentos adicionados.
Bom, pelo menos teoricamente, esta garrafa tem algo de bom, simplifica a produção, a distribuição, o marketing, as vendas e o consumo ao concentrar diversas variantes numa única embalagem. Talvez seja, por isso, mais amiga do ambiente. Vale a pena investigar…

5 de julho de 2006

Petição para o reconhecimento da Profissão de Designer

A Associação Portuguesa de Designers está finalmente a dar o passo inicial e fundamental para o reconhecimento desta actividade autónoma, que irá entregar esta petição à Assembleia da República, com 4ooo assinaturas, juntamente com um texto a fundamentar este pedido.

Pretende assim que, à tabela de actividades a que se refere o artº. 151º. do Código do IRS, Decreto-Lei nº. 442-A/88, de 30 de Novembro, saja editada a actividade de Designer.

Não deixem de participar... há anos que esperávamos esta iniciativa!
Para tal, façam o download do documento, através do site da APD - www.apdesigners.org.pt ou no site do Centro Português de Design - www.cpd.pt.

4 de julho de 2006

Ergonomia cultural

Kaplan, Michael et al (ed), (2004). Cultural Ergonomics (Advances in Human Performance and Cognitive Engineering Research Series). Elsevier Science & Technology Books.
ISBN: 0762310499

Ainda não li este livro mas, está na minha lista…

Tradicionalmente, a ergonomia tem-se centrado no estudo dos aspectos físicos e cognitivos do homem mas, nos últimos anos, as questões culturais têm sido também alvo de investigação. Todos sabemos que o Homem é afectado por questões ligadas ao seu meio socio-cultural. O impacto que estas questões têm sobre o desempenho humano é exactamente o âmbito deste livro e da ergonomia cultural.
O livro é uma compilação de capitulos, da autoria de diversos especialistas, que abordam questões como: considerações filosóficas, segurança na aviação cívil, segurança marítima, usabilidade e acessibilidade da world wide web, tomada de decisões em multinacionais, desenvolvimento industrial dos países do 3º mundo, transferência e implementação de tecnologia e o funcionamento de equipas multiculturais.

Conteúdos:
Adding a cultural dimension to human factors / Michael Kaplan
National and cultural variables in ergonomics / Alphonse Chapanis
Culture, context, and performance / Neville Moray
The development of culture-oriented human machine systems / Kerstin Röse
Human factors engineering (HFE) and cultural calibration for vessel and offshore installation design / Denise B. McCafferty, E. Johan Hendrikse and Gerry E. Miller
Cross-cultural factors in aviation safety / Ashleigh Merritt and Daniel Maurino
The role of national culture in enhancing training effectiveness: a framework / Shreya Sarkar-Barney
Towards an anthropotechnology. X. A new activity for the United Nations in the service of economic development: specifying requirements for technology transfers in given geographical and anthropological locations / Alain Wisner
Ergonomics in industrially developing countries (IDCs) / P.A. Scott and J. Charteris
Cognition in natural settings: the cultural lens model / Helen Altman Klein
Designing the user experience for international Web users / Monica Chong
"A Frenchman, a German, and an Englishman ... ": the impact of cultural heterogeneity on teams / Florian Jentsch et al.
Challenges and approaches to understanding leadership efficacy in multi-cultural teams / Eduardo Salas et al.

3 de julho de 2006

Profissão: provador de biscoitos!



Como podemos saber se os biscoitos ou bolachas são bons e se estão devidamente cozinhados? Uma das melhores maneiras é provar. Uma dentada no biscoito permite avaliar se a massa é boa, se está bem passado, mal passado ou torrado em demasia. Já imaginaram o que seria ter de provar, em série, todos os biscoitos produzidos por uma qualquer industria pasteleira? Muito embora comer biscoitos possa ser atraente para alguns, ainda não surgiu nenhum candidato a esta profissão…
Segundo a BBC, o laboratório Mcvitie em High Wycombe, Bucks, inventou o primeiro manequim de teste de biscoitos para colmatar esta dificuldade. Este simpático boneco, com uma boca motorizada e dentes de plástico, que imita na perfeição o mastigar humano, foi concebido pelo com a função de avaliar as melhores técnicas pasteleiras.

Pode não ser capaz de apreciar o paladar mas, tem um apetite insaciável e não sofre de cáries dentárias ;)

2 de julho de 2006

O melhor...

... objecto de design jamais inventado pelo homem, de facto não foi a roda!
Com uma aderência acima da média, devido ao seu material, quando manobrado por alguém que é um expert na matéria torna-se num dos objectos mais temíveis das equipas adversárias!
Existem em várias cores, no entanto o branco é o que mais vemos a "defender" por aí!
As luvas foram de facto uma excelente invenção! São de facto uma excelente peça de design!
E que o digam os ingleses...

1 de julho de 2006