30 de novembro de 2006

Usability Hall of Fame / Shame

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Usabilidade foram promovidas imensas actividades por esse mundo fora. Em Portugal foi lançado o site “Vida Fácil” e no Reino Unido foram divulgadas as listas dos bons e maus exemplos – “Usability Hall of Shame and Usability Hall of Fame”, entre outras actividades interessantes.
O vencedor, na categoria dos maus exemplos, foi um dispensador automático de bilhetes, o vulgar parquímetro, em uso na zona de Londres a Auckland (e eu que pensava que eram só os de Lisboa que eram maus…). Mas, mais interessante, foi o vencedor na categoria dos bons exemplos de usabilidade – “water-efficient toilet”.



Este equipamento sanitário existe num hotel de Tóquio e utiliza a água do lavatório para encher o autoclismo. É uma solução interessante, do ponto de vista ecológico, pois permite poupar esse recurso valioso que é a água. Também é uma forma inteligente de poupar espaço (que escasseia lá pelas terras do sol nascente) mas, quanto à usabilidade eu até tenho algumas dúvidas... Primeiro, considero que tem má acessibilidade pois, a própria sanita, constitui um obstáculo inultrapassável para pessoas com dificuldades motoras, pessoas em cadeira de rodas, crianças e senhoras com saias justas. Segundo, tenho dúvidas quanto à higiene devido à excessiva proximidade entre os dois equipamentos.

Eu acho que, o motivo que levou ao surgimento desta solução, foi a falta de espaço livre e não as preocupações com a usabilidade. Talvez os votantes, que a elegeram, se tenham deixado influenciar pela originalidade da solução…Eu não votaria neste equipamento!

link para excerto do texto no site usabilitynews
link para uma foto da soluçao no site
makinglifeeasy

Obrigada Cátia pelo link…

29 de novembro de 2006

Programa INCLUI



Na próxima 2ª-feira, dia 4 de Dezembro de 2006, no âmbito do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, será lançado o Programa INCLUI . Este programa, que resulta de uma parceria entre o ErgoLab - Laboratório de Ergonomia da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa - e o LID - Laboratório de Inovação em Design da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, tem como objectivo promover a acessibilidade nos edifícios, permitindo a inclusão de todos e possibilitando uma utilização autónoma, segura e eficiente do espaço construído.
A entrada é livre.

Programa do evento:
10:30 – Recepção aos participantes
11:00 – Abertura
11:30 – Apresentação do programa INCLUI - Prof. Doutor Fernando Moreira da Silva (FA/UTL)
11:45 – Metodologia do Programa INCLUI – Prof. Doutor Francisco Rebelo (FMH/UTL)
12:15 – Debate
13:00 – Encerramento


Local do evento:
Auditório 22/23
Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa
Rua Sá Nogueira. Pólo Universitário. Alto da Ajuda
1349-055 Lisboa
tel. 213 615 000

fax 213 625 138

28 de novembro de 2006

Open Here

Mijksenaar, P. & Westendorp, P. (1999). Open Here: The Art of Instructional Design. Joost Elffers Books.
ISBN: 1556709625

A nossa dependência das instruções visuais é enorme!
Podemos não ter uma grande consciência desse facto mas, a verdade é que, grande parte das nossas actividades diárias depende da leitura visual que fazemos do mundo e das informações nele contidas. Precisamos de consultar livros, sinais, ícones, pictogramas, sinaléticas, mapas, interfaces de máquinas, manuais de instruções, ilustrações, entre muitos outros, para realizar as nossas actividades. Mas, infelizmente, não é raro encontrar maus exemplos: são máquinas que não sabemos usar, são espaços confusos com sinaléticas deficientes, são embalagens que não contêm informação legível e explícita, são avisos que não avisam… é um rol infindável de mau design!...

No livro “Open here” podemos reflectir sobre esta área do design – o design de informação- podemos encontrar maus exemplos (casos de má usabilidade) retirados do nosso quotidiano e, também, encontrar soluções que funcionam. Por isso, o livro pode funcionar como uma fonte de inspiração, para os criativos, ajudando a resolver os seus problemas de comunicação com os utilizadores.

Um dos autores deste livro, Paul Mijksenaar, é o autor dos pictogramas dos aeroportos Schiphol, na Holanda, New Ark Airport, em Nova Jersei e JFK em Nova Iorque. É professor de Informação Visual na Universidade de Tecnologia, em Delft, Holanda. O outro autor, Piet Westendorp, é investigador de comunicação (technical communication) nas Universidades de Tecnologia de Delft e Eindhoven, Holanda.

27 de novembro de 2006

Faca multifunções


Na gaveta dos talheres, cá de casa, estão inúmeras ferramentas de fazer inveja a qualquer bancada de cirurgia. Vamos comprando uma faca para desossar, outra para escamar, uma outra para tirar a pele aos legumes, ou ainda para o queijo, bolos… sei lá mais o quê… Se não nos pomos alerta, ficamos com tantas ferramentas que, já nem sabemos onde arrumar tanta coisa!
Esta faca, chamada de Basic Knive, pertence a um conjunto de facas multifuncionais que irão revolucionar a gaveta dos talheres de muitas cozinhas, ao eliminar a necessidade de usar diferentes peças para cada função.
Se eu tivesse tido conhecimento da Basic Knive, da autoria de Caroline Noordijk, nunca teria comprado tantas peças e teria a minha cozinha muito mais arrumada...

25 de novembro de 2006

Design quotes

"A man who works with his hands is a laborer; a man who works with his hands and his brain is a craftsman; but a man who works with his hands and his brain and his heart is an artist."
Louis Nizer

24 de novembro de 2006

6º Concurso de Design Bombay Saphire

Já falta pouco para encerrar o prazo de candidatura ao Concurso Bombay Saphire, edição de 2006/7, organizada em parceria com o Centro Português de Design.
Este concurso tem como objectivo o projecto de um copo de cocktail funcional, inovador e criativo que expresse o imaginário Bombay Sapphire de cada um dos participantes.

Podem concorrer estudantes de design industrial (inscritos no ano lectivo 2006/7) ou recém licenciados (desde 2004) Portugueses, a residir em território nacional. Cada concorrente poderá participar individualmente propondo apenas um projecto.

Prémios:
O vencedor nacional receberá um prémio de 1.500€, verá produzido o protótipo da sua criação e participará na final internacional a decorrer em Milão, que irá decorrer de 20 a 22 de Abril de 2007 durante a maior exposição de design da Europa, INTERNI de Milão. Terá ainda direito a um dos exemplares dos protótipos e à referência, como vencedor do concurso na fase nacional, nos suportes e acções de divulgação que forem efectuadas. Aos 2º e 3º classificados será atribuído um prémio de 1.000€ e 750€, respectivamente. Os autores dos projectos com menções especiais receberão um diploma de participação no concurso.

Será atribuído um 1º prémio no valor de $15,000 (quinze mil dólares - USD) ao vencedor do concurso internacional, um 2º prémio no valor de $5,000 (cinco mil dólares – USD) e um 3º prémio no valor $2,500 (dois mil e quinhentos dólares - USD).

Calendário do evento:
Abertura / Divulgação: Outubro de 2006
Seminários Técnicos Lisboa e Porto: Novembro de 2006
Desenvolvimento dos projectos : Outubro a 15 Dezembro de 2006
Data limite de recepção das candidaturas: 15 de Dezembro de 2006
Reunião de júri : Dezembro de 2006
Comunicação dos resultados: até 31 Dezembro de 2006
Construção protótipos : Janeiro/Fevereiro de 2007
Cerimónia de entrega Prémios e Exposição dos projectos seleccionados: até Abril de 2007
Decisão do júri internacional: de 20 a 22 de Abril de 2007
Levantamento de projectos não seleccionados: até 27 de Abril de 2007

Podem descarregar aqui o regulamento e a ficha de inscrição (PDF).

Os trabalhos devem ser entregues em mão, ou enviados pelo correio, para o Centro Português de Design, Pólo Tecnológico de Lisboa, Rua D - n.º 9, 1600-485 LISBOA.

Em caso de dúvidas ou pedidos de esclarecimento contactar:
CPD - Centro Português de Design.
Tel: 21 712 14 95.
E-mail: paula.gris@cpd.pt

23 de novembro de 2006

Mestrado Ibérico em Design e Produção Gráfica



MESTRADO IBÉRICO EM DESIGN E PRODUÇÃO GRÁFICA/INTERMÉDIA 2007

Estão abertas as candidaturas (até 22 de Dezembro de 2006) para o Mestrado Ibérico em Design e Produção Gráfica/Intermédia 2007, organizado pela Universitat de Barcelona, Espanha e pelo IL3 — Instituto de Formación Continua, Universitat de Barcelona .

O curso terá a duração de 2 anos: 1º ano (2007): 420 (252 + 168) horas lectivas distribuídas por trinta módulos e 2º ano (2008): dissertação da tese.
As aulas decorrerão na Alquimia da Cor (Departamento de Formação e Ensino), Porto, Portugal em horário pós-laboral: Sextas (19:00–23:00 horas); sábados (09:00–13:00 e/ou 14:30–18:30 horas).

Os sócios da AND beneficiam de um protocolo existente, entre a associação e os promotores tendo, por isso, condições especiais de acesso.

22 de novembro de 2006

Prémio Massimo Dutti Design



Para valorizar e estimular a produção na área do design e para reconhecer a importância desta disciplina, a Massimo Dutti criou, em Portugal, o Prémio Massimo Dutti Design.

Esta primeira edição que abrange, exclusivamente, o design de equipamento, tem como tema a "Organização do Espaço" e desafia estudantes, finalistas e profissionais a apresentarem as suas propostas, na área específica de design de mobiliário, a um júri internacional, entre os dias 15 e 29 de Janeiro de 2007.
Para além do prémio monetário, a atribuir em cada edição, haverá ainda uma exposição a realizar em Portugal e o lançamento de um livro com os projectos seleccionados.

Podem fazer aqui o download do regulamento (PDF).

21 de novembro de 2006

Human Computer Interaction

Alan Dix, Finlay, J. E., Abowd, G. D., Beale, R. & Finley, J. E. (2003), Human Computer Interaction, 3rd Edition, Prentice Hall
ISBN: 0130461091

Quem se interessa pela interacção Homem-Computador pode encontrar, nesta obra, uma análise interessante e ampla sobre esta temática. A abordagem apresentada é multidisciplinar, focando aspectos como a computer science, a ciência cognitiva, a psicologia e sociologia.
Esta terceira edição sofreu bastantes alterações em relação à anterior e apresenta-nos uma análise bastante actualizada, face ás mais recentes evoluções da tecnologia e ao uso do computador em si.
É um livro recomendado em diversas licenciaturas em áreas relacionadas (Interacção Homem-Computador, Design Interactivo, Usabilidade, Sistemas de Informação, etc.).

Para complemento ao livro existe um web site onde se pode obter muita informação: www.hcibook.com

20 de novembro de 2006

ambiente

AMBIENTE
THE FAIR OF INTERNATIONAL DESIGN AWARDS

A ambiente está a promover um concurso de design, no qual poderão participar designers e empresas.

A edição de 2007 da Ambiente contará com novas categorias: 'Silbertriennale'
Plastics Prize
Barista Championship
'TafelSpitze'


Este evento decorrerá, como habitualmente, em Frankfurt, de 9 a 13 de Fevereiro de 2007.
As inscrições estão abertas até 1 de Dezembro próximo.

E-Mail: cristina.motta@portugal.messefrankfurt.com
Link: www.messefrankfurt.pt

18 de novembro de 2006

Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian



AMADEO DE SOUZA-CARDOSO.DIÁLOGO DE VANGUARDAS

Absolutamente imperdível!

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918), como muitos outros artistas da sua geração, instalou-se em Paris, onde viveu entre 1906 e 1914, cidade que neste período reuniu a grande maioria dos artistas e movimentos de ruptura que alteraram em definitivo os cânones de representação da arte ocidental. Durante estes anos, Amadeo de Souza-Cardoso pode desenvolver laços de convívio e de amizade com muitos dos artistas que protagonizaram estas mudanças, tendo estabelecido com alguns deles relações sólidas e profundas, como Amedeo Modigliani, Otto Freundlich, Sonia Delaunay-Terk, Robert Delaunay e Constantin Brancusi.

Desenvolveu igualmente, nesse breve tempo, um percurso expositivo de grande notoriedade. Para além da participação em vários salões franceses, como o Salon des Indépendants (1911, 1912) e o 10º Salon d’Automne (1912), há a destacar no seu curriculum internacional a presença em 1913 no 1º Salão de Outono de Berlim, Erster Deutscher Herbstsalon, na galeria Der Sturm, dirigida por Herwarth Walden e em 1914 a realização de uma exposição individual na Hamburger Kunstgewerbeschule em Hamburgo, a convite pessoal de Wilhelm Niemeyer. É de salientar a importância destes acontecimentos, já que ambos estão ligados a dois personagens fulcrais na divulgação da arte pós-impressionista na Alemanha e na criação do chamado eixo artístico Berlim/Paris.

Em 1914, Amadeo de Souza-Cardoso expõe também em Londres, no London Salon of Allied Artists Association. A sua relação com os movimentos da vanguarda russa e com alguns dos artistas que a protagonizaram está também documentada.


Esta exposição, intitulada Amadeo de Souza-Cardoso. Diálogo de Vanguardas, abrange todo o período de actividade de Amadeo, aproximadamente uma década (1907-1918) e pretende estabelecer um reencontro entre a sua obra e a de artistas estrangeiros seus contemporâneos, dentro e fora do seu círculo de amizades, mas em cujas obras se revelem os sinais e as cumplicidades experimentais do tempo.
Para além de uma selecção de pinturas e desenhos do artista português, apresentam-se os trabalhos (pintura, escultura, desenho) de 36 artistas internacionais, de que podemos destacar Constantin Brancusi, Amedeo Modigliani, Pablo Picasso, Albert Gleizes, Robert Delaunay, Sonia Delaunay-Terk, Alexej Jawlensky, Oskar Kokoschka, August Macke, Kasimir Malévitch, Olga Rozanova, Liubov Popova, Ivan Puni.


Este acontecimento cultural só é possível graças à colaboração de vários museus internacionais e nacionais (para além dos muitos coleccionadores particulares) que nos disponibilizaram o empréstimo de prestigiadas obras dos seus acervos.


Esta exposição conta com o Alto Patrocínio do Presidente da Comissão Europeia, Dr. José Manuel Durão Barroso.

INICIATIVAS EDUCATIVAS

VisitasADULTOS - Visitas Gerais19 Novembro (Dom) 12:00, por Hilda Frias14 Janeiro (Dom) 12:00, por Helena de Freitas (comissária) e Catarina Alfaro (comissária adjunta)[não requer marcação prévia]

ADULTOS - Visitas Temáticas19 Novembro (Dom) 15:00 - A cor no tempo de Amadeo 1: a Cor e o Tema, por Ana Gonçalves26 Novembro (Dom) 12:00 - A desfragmentação da imagem a desmultiplicação do plano, por Lígia Afonso10 Dezembro (Dom) 12:00 - Zona de confluência entre o nacional e o universal: o caso Amadeo, por Hilda Frias17 Dezembro (Dom) 12:00 - O sentido do "primitivo" e a modernidade na obra de Amadeo de Souza-Cardoso, por Catarina Alfaro (comissária adjunta)17 Dezembro (Dom) 15:00 - A cor no tempo de Amadeo 2: Luz e Cor, por Ana Gonçalves7 Janeiro (Dom) 15:00 - Amadeo, a Alemanha e o Expressionismo Alemão, por Alda Galsterer14 Janeiro (Dom) 12:00 - A cor no tempo de Amadeo 3: Cor e forma, por Ana Gonçalves[não requer marcação prévia]

ADULTOS - Encontros imediatos com o modernismo (30')17 Novembro (Sex) 13:15 - A representação da paisagem, por Hilda Frias24 Novembro (Sex) 13:15 - Amadeo e as suas origens, por Sílvia Almeida30 Novembro (Qui) 13:15 - Espaços de quotidiano, por Lígia Afonso7 Dezembro (Qui) 13:15 - Cafés e espaços culturais, por Carlos Carrilho15 Dezembro (Sex) 13:15 - A máscara e o rosto, por Lígia Afonso22 Dezembro (Sex) 13:15 - Amadeo e o orfismo, por Sílvia Almeida5 Janeiro (Sex) 13:15 - Amadeo e a Alemanha, por Alda Galsterer12 Janeiro (Sex)13:15 - Palavras e letra de imprensa, por Hilda Frias[não requer marcação prévia]

Design quotes

"An important aspect of design is the degree to which the object involves you in its own completion."
Brian Eno

17 de novembro de 2006

Dia Mundial do Não Fumador


Hoje celebra-se o Dia Mundial do Não Fumador.

Fazem-se muitas campanhas anti-tabágicas mas, considero que se não forem agressivas e bem planeadas não terão força suficiente para alterar o comportamento dos fumadores. É um simples caso de gestão do custo-benefício.

Veja-se o caso Português. Por aqui, optou-se por afixar, nos maços de cigarros, uns avisos escritos que dizem em letras garrafais: Fumar prejudica gravemente a saúde, ou, fumar mata. Mas será que os fumadores lêem esses avisos? E se lêem, será que compreendem o que isso significa? Considerando que os lêem e que compreendem o seu significado, estarão dispostos a mudar o seu comportamento?
Nem por isso!
Duvido da eficácia desta estratégia…

Durante a minha viagem ao Brasil, tive a oportunidade de observar os maços de cigarros que circulam por lá. A estratégia que foi adoptada é diferente, mais radical e chocante, pois optaram por usar fotos de pessoas que sofrem as consequências directas do consumo do tabaco. Considero que é uma decisão inteligente e que vai de encontro ás últimas descobertas científicas sobre a consonância comportamental com avisos. Diversos estudos comprovaram existir um aumento significativo na taxa de consonância comportamental com avisos quando a gravidade das consequências, associadas ao não respeito pelo aviso, é explicita.

Tive também a oportunidade de ouvir algumas histórias curiosas, associadas a esta campanha. Disseram-me que as mulheres, não gostam de fumar cigarros dos maços que têm fetos mortos e crianças deficientes enquanto que, os homens, não se importam de fumar destes últimos mas, são especialmente sensíveis aos avisos sobre a impotência…Chegam a dizer: “Não quero destes que causam a impotência, dê-me antes daqueles que causam cancro!”…

16 de novembro de 2006

Tornando a vida mais fácil



No evento organizado pela APPU- Associação Portuguesa dos Profissionais de Usabilidade, para comemorar o Dia Mundial da Usabilidade, foi lançado o site "Vida Fácil" que, tem como propósito funcionar como uma espécie de observatório da usabilidade a nível nacional e internacional. A APPU ambiciona transformar este site num espaço de divulgação e discussão das boas e más práticas ao nível da usabilidade dos produtos e espaços com os quais interagimos no nosso quotidiano. O objectivo é consciencializar a opinião pública para as falhas na concepção de inúmeros produtos e, também, para o importante papel que os profissionais de usabilidade podem ter na optimização destes mesmos produtos.

Para participarem basta que enviem um e-mail para: vidafacil@usabilidade.org, com imagens de uma situação que consideram ter boa ou má usabilidade, acompanhadas de uma descrição sobre a razão que vos levou a fazer essa avaliação.

Considero que esta é uma medida que deve ser aplaudida e incentivada. Quanto maior for a nossa participação neste site, maior será a sua expressão e visibilidade a nível nacional. Se formos muitos a reclamar alguém nos irá ouvir. Certamente que, os fabricantes e designers dos maus produtos, começarão a ter vergonha de serem referidos, publicamente, como não tendo usabilidade (qualidade) nos seus projectos.

Neste blog, já publicamos (e continuaremos a publicar) artigos que encaixam no “Vida Fácil” pois, consideramos que essa é uma obrigação fundamental de quem se preocupa com a qualidade do design, ou falta dela.

Exemplos já publicados aqui no blog:
Bilhete caducado
Bad design: fritadeira
Sinalética duvidosa
Relógio Just a Moment
Falta de acessibilidade na CP
Falta de acessibilidade na AR
Falta de acessibilidade/usabilidade na TV
Pensam que somos um país de ignorantes?
Pequena crónica de uma visita ao Palácio de Queluz

Se não houvesse mau design/designers não haveria necessidade desta conversa…

Num aparte (aqui que ninguém nos ouve) podiam ter escolhido outro nome para o site… é que, vida fácil têm umas conotações um pouco marginais ao tema da usabilidade.
ehehehe

Façam o favor de participar!!!

15 de novembro de 2006

Urbanismo Sustentável e Eco-Arquitectura



No próximo dia 22 de Novembro de 2006 ocorrerá, na Lourinhã, um colóquio com o tema “Urbanismo Sustentável e Eco-Arquitectura”, acompanhado por uma exposição de Posters. Este evento tem o apoio da Comissão Europeia através do Projecto ToKforCEIFIADE e da Câmara Municipal da Lourinhã, e terá a participação do Exmo. Senhor Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, bem como de numerosos especialistas que abordarão uma grande diversidade de temas relacionados com os novos desafios do urbanismo e da arquitectura.

O colóquio destina-se a decisores políticos, arquitectos, engenheiros civis e designers/projectistas, representantes de empresas imobiliárias e de construção, donos de obra, estudantes de áreas relacionadas, e todos os que se interessam por temas ligados ao ordenamento do território e ao desenvolvimento sustentável das cidades.

Mais informações, no site da Ceifa-Ambiente.
Podem descarregar o programa do evento aqui (PDF).

14 de novembro de 2006

Manual de Normas

Karwowski, Waldemar (Editor), (2005). Handbook of Standards and Guidelines in Ergonomics and Human Factors. Lawrence Erlbaum Associates.
ISBN: 0805841296

Não podemos ignorar o importante contributo que as diversas Normas Internacionais, relacionadas com a Ergonomia/Factores Humanos, têm para a promoção da segurança e higiene no trabalho. Tais normas são elaboradas por comités, constituídos por diversos especialistas, que compilam informação importante e fornecem orientações preciosas para a concepção e avaliação de postos de trabalho, equipamentos, organização do trabalho, métodos e técnicas de concepção, planeamento de tarefas/actividades, sinalização, Intercação Homem-Máquina, entre muitos outros aspectos fundamentais para a garantia de um trabalho seguro e adequado ás capacidades e limitações Humanas, mas também, eficaz do ponto de vista económico.

Este livro oferece-nos boa revisão e bastante informação, sobre uma ampla selecção de normas e orientações relacionadas com a Ergonomia/Factores Humanos, abrangendo diversas temáticas e contextos, incluindo conteúdos importantes sobre segurança e saúde no trabalho.
O livro destina-se, como é óbvio, aos ergonomistas, técnicos de higiene e segurança no trabalho, estudantes e professores destas áreas, engenheiros, designers, arquitectos, fabricantes, gestores e legisladores.

O livro está dividido em 32 capítulos organizados em 9 secções:

*The Standardization Efforts in Human Factors and Ergonomics;
*Nature of HFE Standards and Guidelines;
*Engineering Anthropometry and Working Postures;
*Design and Evaluation of Manual Material Handling Task;
*Human-Computer Interaction;
*Management and Occupational Safety and Health;
*Safety and Legal Protection Standards;
*Military Human Factor Standards;
*Sources of Human Factors and Ergonomics Standards.

13 de novembro de 2006

Dia Mundial da Usabilidade 2006



Comemora-se já amanhã, dia 14 de Novembro, o 2º Dia Mundial da Usabilidade, sob o tema “Tornando a Vida Mais Fácil”. Este dia é comemorado por todo o mundo com mais de 200 eventos em 40 países. Em Portugal, as comemorações estão a cargo da Associação Portuguesa de Profissionais de Usabilidade, que organizará um encontro no Anfiteatro 1 da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, pelas 16h30.

Neste evento será lançado o site “Vida Fácil” onde, qualquer pessoa, poderá contribuir com relatos de situações e objectos que lhes tornam ou a vida mais fácil ou mais difícil. O objectivo deste site é consciencializar a opinião pública para as falhas na concepção de produtos e para o papel que os profissionais de usabilidade podem desempenhar na sua optimização. O lançamento do site será seguido de um debate, sobre a influência da Usabilidade nas nossas vidas, que contará com a participação de Designers, Psicólogos, Arquitectos, Ergonomistas e Especialistas em Usabilidade.

A entrada é livre.
FAÇAM O FAVOR DE APARECER!

Programa do evento:
16h30: Boas Vindas
16h40: Lançamento do Site "Vida Fácil"
17h00: Debate sobre a influência da Usabilidade nas nossas vidas.

Local de realização:
Anfiteatro 1 da FMH
Estrada da Costa
Cruz Quebrada
1495-688 Cruz Quebrada – Dafundo

Mais informações:
http://worldusabilityday.org/event/show/233

12 de novembro de 2006

Tetra Pak



Criada em 1951, como uma subsidiária da Akerlund & Rausing, em Lund, na Suécia, a Tetra Pak, é uma empresa que se especializou na produção de embalagens para líquidos. Compostas por várias camadas de papel duplex, de polietileno de baixa densidade e alumínio, estas embalagens garantem uma barreira perfeita que isola os alimentos da luz, do ar e da contaminação por micoorganismos. Além disso, este tipo de embalagem permite, que muitos produtos fiquem preservados sem necessidade de refrigeração ou de aditivos. Os benefícios ecológicos estendem-se também a um esquema de reciclagem que permite um impacto mínimo deste tipo de lixo no meio ambiente.
É caso para dizer: que belo pacote!

Sem palavras

11 de novembro de 2006

Design quotes

"An essential aspect of creativity is not being afraid to fail."
Dr. Edwin Land

Museu Calouste Gulbenkian



Mundos de Sonho: Gravuras e Pinturas Japonesas Modernas da Colecção Robert O. Muller
26-10-2006 a 07-01-2007

3ª-Dom: 10h00-17h45 . Entrada Livre.


Uma selecção de quase cem gravuras japonesas, obras-primas da célebre colecção Robert O. Muller da Arthur M. Sackler Gallery, de Washington. Doada à Sackler Gallery, após a morte do coleccionador, em 2003, possui mais de quatro mil gravuras, documentando os modos como as qualidades expressivas e funções da gravura tradicional japonesa em madeira, se adaptaram aos desafios da modernidade em finais do século XIX e início do século XX. A exposição contém alguns do mais notáveis exemplos de trabalhos dos artistas do shin hanga ou movimento "nova gravura". Exposição produzida em colaboração com a Arthur M. Sackler Gallery, Smithsonian Institution, Washington, D.C.

10 de novembro de 2006

Mobiliário urbano em Curitiba



Dizem que Curitiba é a cidade modelo do Brasil. Eu não posso confirmar, ou desmentir, pois é a única grande cidade do Brasil que conheço. Posso afirmar que é uma cidade idêntica a muitas da Europa, onde a qualidade de vida é boa. O que mais me impressionou, na cidade, foram os seus parques e zonas verdes (que vão rareando aqui por Lisboa) tão grandes e bem cuidados. Outro aspecto curioso, que é quase a imagem de marca de Curitiba, são as paragens dos autocarros (Ónibus como dizem por lá) que se assemelham a grandes tubos envidraçados. Uma reflexão mais atenta sobre este equipamento urbano permite descobrir algumas vantagens e desvantagens associadas ao seu uso:

Principais Vantagens

  • Organização da fila dentro do tubo (toda a gente sabe onde começa e acaba e não há muito espaço para os “fura-filas”);
  • Protecção contra os agentes climatéricos, especialmente da chuva que é abundante por lá. Quanto ao sol, já ponho algumas reticências;
  • Ponto de venda dos bilhetes exterior ao veículo. A existência de um funcionário no tubo permite a compra da passagem sem necessidade de demorar o veículo (claro que isto por cá seria impossível devido aos elevados salários mas, por lá até é uma forma de combater o desemprego).
  • Acesso facilitado a pessoas em cadeiras de rodas (cadeirantes como dizem por lá). Todas as plataformas estão equipadas com um elevador hidráulico (embutido no pavimento do passeio) que eleva a cadeira até à plataforma. Eu acho que a rampa seria o ideal, para não existir uma forma de descriminação positiva, mas isso roubaria espaço no passeio. Apenas vi um tubo com rampa.
  • Iluminação nocturna. Uma vantagem para combater a criminalidade.
  • Facilidade de identificação no ambiente urbano.

Principais Desvantagens:

  • Necessidade de muitos funcionários para funcionamento do sistema;
  • Falta de condições de trabalho para os funcionários dos tubos (não imagino como fazem quando precisam de ir à casa de banho);
  • Custos de manutenção (da plataforma hidráulica e de limpeza);
  • Área de ocupação da via pública (impossível em cidades de ruas estreitas e antigas);
  • Qualidade das variáveis ambientais dentro do tubo (humidade, calor, radiações solares, odores, etc.);
  • Preço do equipamento (especialmente o vidro curvo);
  • Recanto convidativo para os sem-abrigo (especialmente se fosse por cá);
  • Existe algum perigo de quedas dos utentes, especialmente quando os condutores não imobilizam o veículo no sítio certo e as plataformas (entre o veículo e o tubo) não ficam alinhadas (ouvi algumas reclamações).

Mas, apesar de tudo, a minha apreciação global quanto a este equipamento é positiva. Eu gostei!

9 de novembro de 2006

Novos Territórios



O 11º Congresso dos Arquitectos Portugueses, com o tema “Novos Territórios”, decorrerá no teatro Municipal de Almada, entre 23 e 25 de Novembro.

congresso@ordemdosarquitectos.pt
www.arquitectos.pt

8 de novembro de 2006

I.D. | The Annual Design Review

Já tínhamos divulgado este concurso mas, é só para lembrar que, estão quase a fechar as candidaturas ao “The Annual Design Review”, promovido pela revista de design I.D. Este concurso é dos maiores, mais antigos e mais importantes dos EUA. Estão abrangidas as áreas do design de produto, equipamento, mobiliário, embalagem, multimédia e gráfico. Cada uma destas categorias terá 3 prémios. Mas, muito interessante, é a oportunidade de ver os trabalhos vencedores publicados na edição da I.D. de Agosto de 2007.
A data limite de entrega dos trabalhos é 1 de Dezembro.

Esclarecimentos e formulário de candidatura disponíveis aqui (PDF).

7 de novembro de 2006

Gestalt? Éin? O quéisso?

Photobucket - Video and Image Hosting

E ainda dizem que não há bom design em Portugal!!
Este fantástico símbolo foi desenhado para o Instituto Português de Estudos Orientais.
Este post foi recuperado do Molho. Aqui fica para os novos visitantes poderem eles também sorrir! Simplesmente sorrir!

Produtos alternativos XII

5 de novembro de 2006

Produtos alternativos X

Sugestão turística

A propósito da Exposição Star Wars, quem tiver oportunidade não hesite em fazer uma viagenzita à Tunísia, onde podem visitar os cenários de um dos filmes desta sequela de George Lucas.
A viagem não assim tão cara como possam imaginar, mas mesmo que fosse, viajar vale sempre a pena pois ficamos a conhecer não só os monumentos e os locais de interesse, mas também uma nova cultura e diferentes modos de estar na vida.
Eu estive na Tunísia no ano passado e não me arrependo, apesar de a comida ser... digamos, uma verdadeira maçada que me causou demasiado transtorno, principalmente intestinal.
A não perder! Tunísia e os cenários da Guerra das Estrelas!

STAR WARS



Exposição oficial "Star Wars" chegou a Lisboa no dia 1 de Novembro.
A aeronave Naboo N-1 e os fatos originais do vilão Darth Vader e do mestre Jedi Yoda, duas das personagens centrais da saga cinematográfica "Star Wars – Guerra das Estrelas", são algumas das atracções de uma exposição itinerante que Lisboa se orgulha de receber.
Promovida pela produtora de espectáculos Uau, a exposição "Star Wars" permanecerá até ao dia 14 de Janeiro no Museu da Electricidade, em Belém, ocupando uma área de dois mil metros quadrados, onde se recriam alguns dos cenários nos quais se passa a acção dos filmes.
Aí, exibem-se centenas de objectos originais que integram o universo da ficção científica imaginado pelo realizador norte-americano George Lucas, entre os quais a nave Naboo N-1, com dez metros de comprimento, e os fatos de personagens como o felpudo Chewbacca e a rainha Padmé Amidala.
Até 14 de Janeiro, a organização espera atrair cerca de 150 mil pessoas, desde aqueles que acompanham a saga há 30 anos, quando saiu o primeiro "Star Wars", até aos cinéfilos adeptos da ficção científica.
Eu concerteza farei parte dessas 150 mil...

3 de novembro de 2006

Galeria Zé dos Bois


Vale a pena estar atento às propostas deste espaço alternativo...

ESTREIA DIA 25 DE OUTUBRO_ZDB ARTES PERFORMATIVAS DA FELICIDADE co.produção TRUTA ass. Cultural ZDB

Uma co-criação de Joaquim Horta, Cláudia Gaiolas, Tónan Quito, Raul Oliveira, Ruben Soares e Rui Guilherme Lopes25 de Outubro a 4 de Novembro4ª a Sábado_21h30_Galeria Zé dos Boissessões extra: sexta e sábado dias 3 e 4 de Novembro às 00:30

És feliz? Foi com esta pergunta que começámos todos os dias, para perceber que, sim e não. E depois desta, outras. Ser feliz é moral ou é banal? Evitamos os discursos sobre a felicidade porque vivemos no pós-Auschwitz? Ou por modo de sermos demasiado pop? A arte faz-nos feliz? Mas o que é isso da felicidade? Que receitas, que prendas, que humor, que amor, que religião, que paixão, como fazer feliz.

Qualquer pessoa em qualquer lugar pode ser. Ser feliz é só rir ou sorrir? Prazer, alegria, felicidade, então como é que vai ser? A responsabilidade é inteiramente sua, é tudo uma ilusão, o que é preciso é saúde.

Em “DA FELICIDADE” prosseguimos a vontade de voltar a alguns dos conceitos presentes noutros trabalhos como o “RUÍDO” e “TUDO O QUE É SÓLIDO DISSOLVE-SE NO AR”, juntar estas anteriores experiências e tentar ir um pouco mais longe. Tal como nestes anteriores projectos é nosso desejo criar um processo dialéctico onde não será o texto a condicionar todo o resto, mas sim o diálogo que se estabelece entre espaço, actores e texto.

Será a felicidade uma revolução? Ou o objectivo da revolução? O que é que tem de político e de que maneira é actual questionar a sua existência? É necessário revolucionar? Ou nada disto tem sentido e afinal somos felizes assim: “Provámos o nosso valor em campo e saímos de cabeça erguida.” Será a felicidade uma futilidade? Ou uma esperança? Procuramos ser felizes porque fugimos simplesmente da infelicidade – em que pontos de tocam ou se compensam? Será a felicidade ou a sua busca a solução para os males de amor, ou para os males da competição desenfreada no emprego, ou para afirmação social dos flashes cor-de-rosa, ou é o Santo Graal dos nossos dias?

Galeria Zé dos BoisRua da Barroca, nº 59. Entrada: 7,50 €. Reservas: Tel: 21 343 02 05 ou célia@zedosbois.org www.zedosbois.org+ info Truta: 965845083 associaçãoculturaltruta@oniduo.pt

Produtos alternativos VIII