17 de novembro de 2006

Dia Mundial do Não Fumador


Hoje celebra-se o Dia Mundial do Não Fumador.

Fazem-se muitas campanhas anti-tabágicas mas, considero que se não forem agressivas e bem planeadas não terão força suficiente para alterar o comportamento dos fumadores. É um simples caso de gestão do custo-benefício.

Veja-se o caso Português. Por aqui, optou-se por afixar, nos maços de cigarros, uns avisos escritos que dizem em letras garrafais: Fumar prejudica gravemente a saúde, ou, fumar mata. Mas será que os fumadores lêem esses avisos? E se lêem, será que compreendem o que isso significa? Considerando que os lêem e que compreendem o seu significado, estarão dispostos a mudar o seu comportamento?
Nem por isso!
Duvido da eficácia desta estratégia…

Durante a minha viagem ao Brasil, tive a oportunidade de observar os maços de cigarros que circulam por lá. A estratégia que foi adoptada é diferente, mais radical e chocante, pois optaram por usar fotos de pessoas que sofrem as consequências directas do consumo do tabaco. Considero que é uma decisão inteligente e que vai de encontro ás últimas descobertas científicas sobre a consonância comportamental com avisos. Diversos estudos comprovaram existir um aumento significativo na taxa de consonância comportamental com avisos quando a gravidade das consequências, associadas ao não respeito pelo aviso, é explicita.

Tive também a oportunidade de ouvir algumas histórias curiosas, associadas a esta campanha. Disseram-me que as mulheres, não gostam de fumar cigarros dos maços que têm fetos mortos e crianças deficientes enquanto que, os homens, não se importam de fumar destes últimos mas, são especialmente sensíveis aos avisos sobre a impotência…Chegam a dizer: “Não quero destes que causam a impotência, dê-me antes daqueles que causam cancro!”…

3 comentários:

xika disse...

pois... os avisos só por si pouco fazem, mas sempre podiam comparticipar os medicamentos.

é que só uma embalagem para 20 dias custa 75 euros, e as consultas de tabagismo (em faro) são só para funcionários do hospital!

mas vou tentar de novo

Atom Ant disse...

Fazes muito bem tentar novamente. O retorno económico que terás, por deixar o vício será, certamente, superior ao custo desses medicamentos ;)

praise disse...

nice blog