27 de maio de 2009

e foi assim o 2º Ergonomics in Design...

Tal como havia prometido, aqui ficam alguns comentários sobre o 2º Seminário Ergonomics in Design, que decorreu no passado dia 18 de Maio de 2009, na FMH/UTL, em Lisboa.



A parte da manhã foi inteiramente dedicada à Realidade Virtual (RV).

Após a abertura dos trabalhos, da praxe, seguiu-se a primeira apresentação do seminário, onde o professor Gastão Marques apresentou o ICT-VR, de Portalegre. Ficámos com uma ideia geral sobre o centro, as suas instalações, equipamentos, missão e objectivos. Foi pena que não tivessem sido mostrados trabalhos de investigação já realizados, ou a decorrer actualmente, no ICT-VR. Eventualmente, este poderá ainda não estar a funcionar a 100%... Mas, ainda assim, fiquei com bastante curiosidade em visitar, logo que possível, este centro de investigação.

De seguida, o professor Daniel Thalmann, do Virtual Reality Lab (VRlab) at EPFL, da Suiça, falou-nos dos projectos que tem vindo a realizar com auxilio da RV. De destacar o uso de equipamentos de feedback háptico e o estudo de multidões. Devo confessar que fiquei entusiasmadíssima, não só com os projectos mas, especialmente, com os equipamentos e softwares exibidos. Para mim, foi uma das melhores apresentações do seminário...

Depois de almoço, o professor M. S. Wogalter, da Universidade Estadual da Carolina do Norte, EUA, relatou diversos casos de litigação em que tem estado envolvido, nos últimos anos, na qualidade de especialista em "Warnings". Parte da responsabilidade pelos acidentes ocorridos pode ser atribuída a avisos mal posicionados, mal concebidos ou até inexisitentes. Esta é uma área bastante desenvolvida nos EUA mas ainda pouco visível na Europa. Foi interessante perceber que se pode apreender muito, sobre o design dos avisos, com esta actividade forense.

De seguida foram discutidas as potencialidades da Realidade Virtual para o estudo do "wayfinding", pela arquitecta Elisângela Vilar, e para o estudo de avisos de segurança, pela designer Emília Duarte. Estas comunicações estão inseridas no âmbito de trabalhos de doutoramento actualmente a decorrer na FMH/UTL sob a orientação do professor Francisco Rebelo.

O dia de trabalhos terminou com 2 apresentações sob o tema “Os Desafios do Factor Humano para o Design”, apresentadas pelos professores José Carvalhais e Abel Correia.

O professor José Carvalhais começou por falar sobre o que é a Ergonomia, o Factor Humano e o que faz um Ergonomista. Depois, discutiu os desafios do Factor Humano para o Design, dando alguns exemplos interessantes como, por exemplo, a United Airlines obrigar os obsesos a comprar 2 bilhetes, ou um erro grave de digitação de dados, na bolsa de Tóquio, que levou a perdas de milhões de euros, entre outros.

O professor Abel Correia, apresentou uma comunicação intitulada "Emoções no Futebol", onde nos falou de um estudo realizado com os objectivos de verificar quais são as emoções vividas, pelos espectadores, durante um jogo de futeblo, os seus comportamentos corporais e em que medida as emoções/comportamentos se alteram em função da situação (jogo/ambiente). Achei muito curiosa a hipótese levantada de que, eventualmente, as cadeiras possam não ser necessárias/adequadas para o estádio e que a configuração actual dos estádios, possa estar a fazer com a violência transite para as zonas envolventes da cidade.

Um dia cheio mas, bastante enriquecedor!
Fico a aguardar pela edição do próximo ano pois, na minha opinião, fazem falta eventos destes para promover a aproximação entre estas duas áreas fantásticas que são o Design e a Ergonomia.
.

1 comentário:

tipografia disse...

Muitos parabéns! ...com muita pena não estive presente, o que perdi?!!...

Espero, que continuem com o excelente trabalho, e que no próximo tenha oportunidade de assistir... mais uma vez, um grande parabéns aos fantásticos investigadores, que se empenham grandiosamente em partilhar saberes... obrigada!!!

ttttt