4 de dezembro de 2008

Símbolos e pictogramas curiosos...#1

Existem algumas mensagens que são muito difíceis de representar usando pictogramas. Por vezes, os esforços desenvolvidos para comunicar essa mensagem, de forma pictórica, acabam por se revelar infrutíferos e as soluções encontradas são algo anedóticas.

O exemplo que publico hoje cabe, a meu ver, dentro desse grupo de pictogramas que está sobre a "lâmina afiada da faca" e pode cair, com pouco esforço, para qualquer um dos lados.

O que, no vosso entender, significa este pictograma? (não leiam o resto antes de ter uma resposta)...



No meu entender significa...
...
Ora deixa lá pensar...
...

> mão ao alto = stop, parar, não, proibido, etc... (se não fosse o polegar..., com aqueles dedos, mais parecia um garfo);
> pequena figura = pessoa, homem, pessoa pequena, criança???

Quanto à figura humana, sinto-me inclinada a aceitar que se trata uma criança, ao invés de um adulto, porque acho que consigo, de forma subtil, encontrar uns pequenos calções vestidos. E estou aqui a partir do pressuposto que só os miúdos pequenos vestem calções (o que não é verdade). Pelo menos, essa seria uma certa imagem estereotipada, dos miúdos, há algumas décadas atrás. Para além do mais, aqueles braços demasiado longos (tipo chimpanzé) poderão querer ilustrar o crescimento...

bom, então... talvez seja:
Proibido crianças ou proibida a entrada de crianças. Mas, por outro lado, a mão parece que vai cair, a qualquer instante, sobre a figura. Será que vai levar uma palmada, ou, será que vai ser esborrachada como se fosse um insecto?...

Será???...

Naturalmente, quando se fornece o contexto tudo fica um pouco mais fácil...


O pictograma, aplicado nesta embalagem de insecticida, é importante pois, se bem concebido, poderá ter algumas vantagens a considerar: está livre da barreira da língua, é um factor de atracção para o olhar, pode ser compreendido num relance e não necessita de muito espaço do rótulo.

Das vantagens enunciadas a única que parece funcionar é a de ser um ponto de atracção do olhar, tudo o resto está muito comprometido...

Merecia, no meu entendimento, ser redesenhado!
O que dizem vocês?
.

2 comentários:

Bruno disse...

Tal como exemplificaste, o pictograma por si só é demasiado ambíguo, apenas funcionando com o texto. conclusão: não cumpre as funções de um pictograma,falhas na mensagem e grafismo claras.
relacionado também com este assunto, existe uma característica muito importante que de certa maneira "dificulta" a vida aos designers portugueses, a cultura visual dos portugueses, que no geral é baixa, não permitindo aos designers algumas inovações mais radicais.

Anónimo disse...

"uma palavra" vale por "mil imagens"???