11 de janeiro de 2006

Balde do lixo ou lixo do balde!?...


















A Essey, uma empresa de design Dinamarquesa, ganhou o "Good design Award" 2005, no Japão, com o “Bin Bin” , um balde do lixo fora do vulgar… O Bin Bin, da autoria do designer John Brauer, foi premiado na categoria de “Product Design/Everyday goods and gardening products”.
Este balde é inovador porque, ele próprio, se parece muito com o lixo que se propõe conter. O próprio processo criativo parece ter sido divertido…já que os designers passaram horas a amassar folhas de papel até encontrarem o balde perfeito. Depois de produzirem 500 mini baldes, escolheram o protótipo final, que foi digitalizado em 3D para produção.

É uma solução minimalista mas extraordinariamente comunicativa.
Só poderia ser design escandinavo…

Apetece-me perguntar: Que outro aspecto deveria ter um balde para papéis?
Mas, por outro lado, fico admirada com o facto de o lixo, transformado em design, ganhar concursos internacionais! Este isomorfismo parece-me exacerbado e, obviamente, não pode ser usado como solução para a maior parte dos casos.

1 comentário:

Fabs Costa disse...

Apoiado!
O Rei vai mais que nu!
Só lá estão os ossos do Rei!

Isto está a lembrar-me Frangos...
Os Frangos do Rei...

Seria bom inventarem uns óculos de "ver" claro...
Que tal Emilia?

Beijitos Virtuais
Dlig Dlig
Teck