8 de março de 2007

Bloomframe





E se, de repente, as janelas da nossa casa se abrissem, tal gavetas, e se transformassem em varandas?

Qual seria se sensação?

Pois, eu não sei, mas gostava de experimentar…

O atelier de arquitectura –Hofman Dujardin Architects de Amesterdão, Holanda, inventou a janela Bloomframe. Este invento, por enquanto ainda só um protótipo, permite a transformação de uma vulgar janela numa varanda. Com um simples movimento, podemos passar do interior para o exterior. Esta transformação pode ainda criar um efeito espectacular nas fachadas dos edifícios.

O único aspecto menos positivo, nesta proposta, é a reduzida abertura envidraça, que fica disponível quando a janela é janela. Entendo que isso se deve à necessidade do pavimento da varanda ser opaco, para evitar as vertigens, mas acho que é desperdiçar luz natural…

3 comentários:

Olho Vivo disse...

Aqui está uma excelente ideia para acabar com as invasões de "marquises" em Portugal. Srs Arquitectos tomem nota!

tipografia disse...

PARABÉNS! VIVAM AS MARQUISES GAVETAS!

Alfacinha de Portugal disse...

Acho que dava medo. Vertigens! Uma coisa é estar numa varanda que, por uma razão infundada e irracional, consideramos a extensão do piso do resto da casa. Outra é abrir-se uma janela (ainda mais se fôr toda de vidro) e entrar para dentro.

Digamos que, se fossem construidas em Portugal pelas mesmas pessoas responsáveis pelas obras do metro na estação da Praça do Comércio, não entrava nelas.