9 de março de 2007

ModaLisboa Outono /Inverno 2007

Para contrapor com estes magníficos dias de autentico verão começaram ontem, ao fim da tarde, a apresentação das colecções Outono/Inverno 2007 da Moda Lisboa, no Museu de Nacional de História Natural.

A primeira apresentação coube a Alexandra Moura, com uma colecção cheia de peças de malha, com diferentes jogos de volumes e de construções, tanto para homem como para senhora. A sobreposição de peças continua muito visível e apetecível. As cores mais importantes foram o bege, o preto, o cinzento e o amarelo, a aparecer pontualmente. As peças mais singulares foram os acessórios com madeixas de cabelo, como os bonés e os colares.


Seguiu-se o desfile de Dino Alves, o nosso enfant terrible, irreverente como sempre! Uma colecção caótica, onde o único fio condutor foram os chapéus. Viram-se nuvens e andantes e asas de borboletas esvoaçantes, elegantes mas com um pequeno senão, um porte difícil de manobrar. A roupa transmitiu um espírito punk-rock glamoroso, com peças e patchworks em vinil e algumas aplicações de cristais, de modo original. Infelizmente pouca ergonomia e design e mal-estar em algumas das peças apresentadas.


Para terminar o dia a dupla Alves/Gonçalves apresentou a sua colecção no seu atelier, a um número restrito de clientes, amigos e imprensa.

O atraso de hora e meia não demoveu os presentes, mas confesso que valeu a pena a espera! Alguns vestidos divinos em tecidos lamée e brocados às flores, numa mistura oriental – ortodoxa. Lãs encorpadas que acentuam as formas e o corte dos casacos e dos vestidos. A cintura apareceu bem definida pelos cortes e pelos cintos largos (em cabedal com tachas); e os saltos dos sapatos continuam vertiginosamente altos (10cm). As calças skinny (muito estreitas) continuam. E os chapéus voltaram a aparecer, grandes e voluptuosos, será que vêm para ficar?

Madame Jaquine @Modalisboa

1 comentário:

tipografia disse...

não te sabia amante do design de moda... parabéns!