1 de abril de 2007

Sem palavras

1 comentário:

Fabs Costa disse...

Muito interessante este racor formal e conceptual.